segunda-feira, 13 de junho de 2016

ALIMENTOS E VIDA SUDÁVEL

          Os alimentos estão presentes em nossa vida diária, são eles que nós mantém fisicamente saudável por toda a nossa vida. Para isso se faz necessário desde muito cedo todas as pessoas até os bebês saberem de onde vem os alimentos, como devem ser manipulados, e armazenados, e o principal como são preparados, para podermos ingeri-los. Somos em nossa vida tudo oque nós alimentamos, se for alimentos saudáveis, teremos sim uma vida saudável.
 Professora: Marlene De Lorenzi Bogo.
Auxiliares: Kelli Santos Rosa e Samara de Oliveira.
Berçários I e II, maternal I.








                                     



                                     


                                      







BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

Brincar é coisa séria.
           O brinquedo faz parte da vida diária de cada criança, brincando a criança interage com o outro e com o meio em que vive. Com os brinquedos que lhe é oferecido a criança imagina o seu faz- de- conta, é com qualquer brinquedo ela que imagina um carro, uma casa, um banco ou utensílios domésticos para preparar a comida imitando a mamãe ou alguém de sua família nos afazeres domésticos. Os bebês menores levam bastante brinquedos a boca para sentirem o gosto e texturas, e assim vão interagindo e socializando com o mundo das brincadeiras. É com os brinquedos que a criança aprende desde muito cedo respeitar partilhar e socializar-se com todo o seu grupo e mais tarde viver com a competitividade em sociedade. Tudo sendo mediado pela professora no C.E.I.



































PARA LER E REFLETIR...............
Educação na era digital.
               Na nova geração vemos bebês ganhando computadores de presente. Será realmente necessário que as crianças tão pequenas já tenham acesso à linguagem digital? Até os seis anos de idade a criança desenvolve as suas habilidades motoras, linguísticas e psíquicas. Tal desenvolvimento se dá através do outro e da brincadeira. Brincar de correr, sujar, cair e levantar, dividir com o amigo, ganhar e perder, desenhar e pintar, colar e recortar. É preciso fantasiar, imaginar e criar o brinquedo e brincar. É preciso sentir o quente e o gelado, o áspero e o liso, sabores e odores e tantas outras sensações e emoções que formarão a personalidade. Brinquedos digitais roubam o tempo da infância e limitam o desenvolvimento integral e saudável.( ANA MARIA DE ANDRADE.www.anamariadeandrade.com).